9 de fevereiro de 2020

Tintas para áreas externas: tipos, como escolher e dicas de pintura

Tintas para áreas externas - homem pintando fachada de casa

Foto: Adobe Stock

Há uma imensa variedade de tintas disponíveis no mercado. Toda essa diversidade pode gerar dúvidas na hora da escolha, como é o caso das tintas para áreas externas. Afinal, essa categoria do produto conta com vários derivados e decidir por uma pode não ser tão fácil.

Por isso, é preciso entender cada tipo de tinta, e onde elas podem ser usadas, para optar pela melhor opção. Pensando nisso, listamos os tipos de tintas para áreas externas e qual delas você deve considerar. Acompanhe!

 

Quais os tipos ideais de tintas para áreas externas?

As áreas externas compreendem a fachada de uma casa, suas laterais e a parte de trás, assim como os muros que a cercam. Como esses locais estão completamente expostos aos efeitos do clima, eles precisam de tipos específicos de tinta para suportar o desgaste.

 

Tinta acrílica

Tintas para áreas externas - fachada de casa pintada com tinta acrílica

Foto: Shutterstock

É semelhante à tinta látex PVA utilizada no interior das casas. Entretanto, pelo fato de possuir resinas acrílicas, ela se torna altamente impermeável. Isso confere durabilidade e resistência ao acabamento.

 

Tinta emborrachada

Tinta para áreas externas - tinta emborrachada em telhado

Foto: Quimatécnica / Reprodução

A tinta emborrachada é a mais resistente. Além de não desbotar nem descascar, mesmo após um bom tempo, ela ainda ajuda a prevenir o mofo nas paredes. Seu acabamento é fosco e por conta disso ela é capaz de cobrir pequenos defeitos nas superfícies.

 

Onde mais posso usar tintas para áreas externas?

As tintas para áreas externas também podem ser usadas para pintar qualquer tipo de alvenaria, telhados e pisos. No caso da tinta acrílica, você ainda consegue encontrá-la nos acabamentos fosco, acetinado e semibrilho.

 

Cuidados com tintas para áreas externas

Tinta para áreas externas - casal escolhendo tinta com leque de cores

Foto: iStock

O primeiro cuidado a ser tomado com esse tipo de tinta é relacionado à superfície. Isso porque, se você for utilizar o acabamento semibrilho, a parede precisa estar sem nenhuma imperfeição. Caso contrário, o brilho do produto irá refletir qualquer disformidade, seja em nível ou relevo.

Além disso, é preciso ter cuidado com a diluição da tinta, que deve ser feita na medida certa, conforme as instruções do fabricante na própria embalagem. Caso essa etapa não seja seguida corretamente o efeito será bem diferente do desejado.

Por fim, se for necessário dar mais de uma demão de tinta, aguarde a primeira secar completamente antes de começar a aplicar a segunda.

Entendeu as diferenças entre as tintas para áreas externas? Esperamos que sim! Aproveite para saber um pouco mais sobre os tipos de acabamentos de tinta para escolher o ideal. Ah, e não deixe de nos seguir no Pinterest para conferir dicas e inspirações incríveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *