8 de janeiro de 2020

Acabamentos de tinta: tipos, diferenças entre eles e como escolher

Cada ambiente de uma casa tem suas especificidades. Por isso, cada um deles pode necessitar de acabamentos de tinta diferentes. E isso precisa ser feito não só por questão de estética: afinal, escolher a textura ideal de uma superfície garante mais durabilidade ao serviço e menos dor de cabeça.

 

Por isso, se você tem dúvidas sobre os tipos de acabamentos de tinta e onde usá-los, está no lugar certo. Descrevemos aqui os principais e como usá-los da forma correta. Confira!

Acabamento semibrilho

Acabamentos de tinta - semibrilho

Foto: Sherwin Williams

Ideal para paredes sem imperfeições, o semibrilho é característico por possuir uma boa resistência a ambientes úmidos, evitar a proliferação de mofo no ambiente e pela textura reluzente. 

 

Além disso, ele é ideal para quartos de criança porque resiste a arranhões e pode ser limpo com facilidade. A dica aqui é: quantos mais demãos forem dadas, maior será o brilho do acabamento. 

 

Acabamento acetinado

Acabamentos de tinta - acetinado

Foto: Sherwin Williams

O acabamento acetinado reflete a luz, mas de maneira discreta. Além disso, ele também caracteriza-se por ter boa resistência à umidade. Quando bem aplicado, seu toque remete à textura do cetim.

 

Superfícies com acabamento acetinado são é ideais para lavabos, banheiros e cozinhas, ficando ótimo quando os tons utilizados na pintura são mais claros. Entretanto, o retoque desse tipo de acabamento é um pouco mais difícil de ser feito. Por isso, o ideal é que a superfície escolhida não suje com facilidade. 

 

Só que sua usabilidade não se restringe às paredes: com esse tipo de acabamento é possível pintar móveis, metais, portas e rodapés. 

 

Acabamento fosco

Acabamentos de tinta - fosco

Foto: Sherwin Williams

Conhece as paredes lousa, né? Pois bem: qualquer parede que recebe o acabamento fosco pode se tornar uma superfície riscável. Esse tipo de finalização também é ideal para revestir paredes com imperfeições de relevo. Afinal, ele ajuda a disfarçar a diferença no nível da superfície. 

 

Entretanto, seu uso não é recomendado em todos os tipos de ambiente. Isso porque ela suja com muita facilidade e pode ser de difícil limpeza. Além disso, ela possui muito pouca resistência à água. Portanto, pintar superfícies próximas à pia ou no banheiro nem pensar.

 

Qual dos acabamentos de tinta escolher?

Depende. Você precisará levar em consideração os seguintes questionamentos para escolher entre os acabamentos de tinta:

 

1- A parede está nivelada ou possui imperfeições no revestimento?

 

2- O ambiente que você quer pintar suja com facilidade ou tem grande circulação de pessoas?

 

3- O cômodo que será pintado está exposto à umidade excessiva?

 

Respondendo essas três perguntas e baseando-se em nossas considerações, o resultado será, certamente, mais satisfatório. Entretanto, tome cuidado: você precisa preparar adequadamente a superfície que será pintada e também tomar diversos cuidados após a finalização do processo.

 

Só dessa forma é possível garantir durabilidade ao produto. Agora que você sabe a diferença entre os acabamentos de tinta, que tal entender como preparar a parede para recebê-la? Aproveite para acessar nosso Pinterest e conferir algumas inspirações incríveis dos três tipos de acabamento!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *